4 dicas para manter o seu capacete em dia

 In MOTORS

Para ter um capacete realmente eficiente, não basta apenas escolher um bom produto. Após a compra, é preciso cuidar bem dele. O desleixo com esse equipamento pode representar um risco para a sua vida. Por isso, o gerente da Moto Raja Álvaro Filgueiras separou 4 dicas importantes que ajudarão a manter o seu capacete em um bom estado de conservação. Confira abaixo:

O suor pode estragar seu capacete: Temos que lembrar que o suor é extremamente ácido. Se você transpira no capacete e depois passa muito tempo sem usar, ele corrói a espuma. Para evitar isso, você pode utilizar uma proteção removível na parte interna do equipamento, que chamamos de camisinha para capacete.

Eliminando os germes: Além danificar o equipamento, a presença de microorganismos pode causar doenças respiratórias e de pele. Para saber se o seu equipamento está contaminado, basta reparar no odor liberado por ele. Em caso de mal cheiro você deve realizar um processo de higienização. Existem várias maneiras de se fazer isso. Você pode aplicar sprays fungicidas e bactericidas, utilizar uma máquina anti-germes ou simplesmente lavar a espuma removível com detergente neutro.

Nada de estragos: Nunca ande com um capacete avariado, mesmo se o dano parecer inofensivo. Um simples arranhão na viseira pode prejudicar a sua visibilidade e causar acidentes. Sempre que possível, verifique todos os itens de seu equipamento e, ao sinal de qualquer problema, troque-os.

Prazo de validade: Segundo o Detran, o prazo de validade de um capacete é de cinco anos de uso. Ou seja, se você utilizar seu equipamento só nos finais de semana, você poderá circular com ele por mais tempo. Nesse caso, o mais importante é observar o estado de conservação da viseira, jugular, espumas e casco.

Recent Posts

Leave a Comment